.

.
Dálmatas e Chinese Crested Dog

sábado, 27 de fevereiro de 2010

WESTIES - CUIDADOS COM A PELAGEM



Os westies são cães de pelagem dupla (pêlo e subpêlo, grossa e lisa. Tais características tornam relativamente fácil sua manutenção mas alguns cuidados são indispensáveis:

- BANHOS - O excesso de banhos pode ocasionar problemas de pele e de pelagem e por isso deve ser evitado. Banhos mensais são suficientes para manter o pelo branco sem deixá-lo muito liso ou fino. Um shampoo tipo clareador ajudará muito - existem várias marcas de shampoos clareadores específicos para cães. O uso de condicionadores é totalmente desaconselhável - modifica a textura do pêlo. Lembre-se sempre de enxaguar bem a pelagem para retirado do shampoo, evitando que fique resíduos do produto sobre a pele que podem ocasionar dermatites. Após o banho o cão deve ser muito bem seco com auxilio de um soprador e/ou secador de cabelos.
Lembre-se sempre de colocar um pouco de algodão nos ouvidos para evitar que entre água.

- ESCOVAÇÃO - deve ser feita 2 vezes por semana e ajudará a manter o pelo sem nós e a eliminar a sujeira. Acostume seu filhote desde cedo a ser escovado. Você deve começar a escovação no sentido contrário do pelo (cabeça, pescoço, dorso e saia) e depois no sentido do crescimento dos pêlos. Banhos secos semanais podem ajudar a eliminar odores e a manter a pelagem clara e limpa e devem ser feitos durante o processo de escovação - para isso você vai precisar de uma raqueadeira, um pente de metal e carbonato de calcio em pó (vendido em pet shops) ou polvilho antisséptico (vendido em farmácias).

- TOSA - a tosa deverá ser feita a cada 30-60 dias. O dorso deve ser feito com faca de stripping e a cabeça e a saia com tesoura.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

CARNAVAL NO CANIL

No período de carnaval nós recebemos alguns visitantes que rapidamente se juntaram a matilha para brincar.
Aqui todos conviveram em harmonia, a despeito de tamanho, idade, raça, sexo ou cor (kkkk)- foi tudo uma grande e divertida brincadeira


(Brida, Bruna, Maria (beagle)e Diana)

A pequena beagle Maria assim que chegou logo conquistou o coração da Giulia da qual virou uma amiga inseparável



Depois da brincadeira, nada melhor que uma soneca ...



Como a Chrystal ainda não descobriu que é uma gata, ela resolveu pedir um chamego para a cocker Lady.

domingo, 21 de fevereiro de 2010

FAMILIA WESTIE

Fotos dessa galerinha animada e fofa - Brida e família: Freya, Flora e Fiji










Freya of Avalon Land (fêmea - a venda)



Fiji of Avalon Land (macho - reservado)

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

ACUPUNTURA VETERINARIA


Nascida nas China há mais de dois mil anos, a acupuntura é antes de mais nada uma medicina representativa do pensamento e da civilização orientais.
A acupuntura constitui um conjunto de conhecimentos técnicos que visa a terapêutica através da restauração do fluxo vital do organismo, utilizando-se agulhas , calor e massagens em pontos específicos do corpo.
A acupuntura não se restringe aos seres humanos. Nas China, no final do século XIV foi publicado um livro importante sobre o tratamento de doenças do gado e de cavalos através da técnica de acupuntura. Antigos viajantes levaram esta novidade pra a Europa e no súclo XIX , em Viena, já haviam alguns veterinários praticando a acupuntura.
Atualmente a técnica vem se difundindo, especialmente para tratar animais que sofrem doenças de caráter reversível.

domingo, 14 de fevereiro de 2010

WESTIE HIGHLAND WHITE TERRIER - ORIGEM DA RAÇA


West Highland White Terrier - é um nome bem comprido para um cãozinho tão pequeno ?
O Westie - como a maioria das pessoas costuma chamar a raça - é um cão de grande personalidade, carinhoso e amigável.

Acredita-se que a raça tenha se originado a partir de uma raça escocesa - os Cairn Terriers.

Até o século 19, os criadores e caçadores que usavam o Cairn Terrier acreditavam que os filhotes de pêlo branquinho eram, mais fracos e menos hábeis na dura tarefa de exterminar os roedores e raposas da região. Como conseqüência era muito comum que os filhotes de pelagem branca fossem mortos logo que nasciam.

Esta prática talvez nunca tivesse sido interrompida se não fosse por um acidente. Segundo a história, a salvação dos Westies teria sido atribuída ao Coronel Edward Donald Malcom de Poltalloch, que durante uma caçada acabou por atirar em seu cachorro predileto e mais amigo, um Cairn Terrier de pelagem escura e avermelhada, quando o confundiu com uma raposa. A partir deste dia o Coronel Malcom teria decidido dedicar-se a criação dos cachorros mais clarinhos, uma vez que eles seriam visualizados mais facilmente, distinguindo-se das folhagens e da presa. Foram precisos muitos anos até que a pelagem branca fosse atingida com perfeição. Estes cães passaram a ser chamados de Poltalloch Terrier. Depois eles também foram chamados de White Scottish Terrier e de Roseneath Terrier, numa referência ao estado do Duque de Argil, um famoso apreciador da raça que também contribuiu enormemente para a definição do padrão da raça como conhecemos hoje.

sábado, 13 de fevereiro de 2010

sábado, 6 de fevereiro de 2010

NOTICIAS DA FAMÍLIA AVALON

Os bebês da Brida estão crescendo rápido e hoje abriram os olhos.
Mamãe Brida retirou hoje os pontos da cesaria e passa bem.
Ela não desgruda dos filhotes - fica sempre atenta, cuidando deles com muito carinho.





Temos 2 fêmeas e e 1 macho disponíveis para reserva.
Maiores informações ou dúvidas é só escrever pra gente. Reservas somente pelo telefone.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

VERME DO CORAÇÃO



A dirofilariose ét ambém conhecida como doença do verme do coração de cães. É uma doença grave que pode levar o animal a óbito.

A Dirofilaria é um verme (helminto) transmitida por mosquitos que se instala no coração de cães (adultos ou filhotes) onde cresce e se reproduz. Os vermes jovens são chamdos de microfilárias e ficam circulando na corrente sanguinea do animal. Quando mosquito pica este animal contaminado ele se contamina e passa a transmitir o parasita para outros cães.




Conforme o numero de vermes cresce no lado esquerdo do coração, aumenta a incidência de embolias e trombos. Se a infestação for muito alta o animal vai apresentar problemas cardíacos e respiratórios sérios.
Dentre os principais sintomas teremos: tosse seca, dificuldade de respirar, cansaço, intolerãncia ao exercício, etc. Em alguns casos verifica-se também hematúria (presença de sangue na urina), esplenomegalia (aumento do tamanho do baço) e ascite (aumento do volume abdominal).




COMO EVITAR ?
- Utilizar medicamentos preventivos como cardomec, revolution, advocate
- Não expor o animal a locais onde haja grande infestação por carrapatos e pulgas (alguns autores acreditam que os carrapatos e as pulgas também são capazes de transmitir o verme)
- leve seu animal regularmente ao veterinário para avaliação.